terça-feira, 26 de outubro de 2010

Queixa escolar

Hoje ao chegar na escola da Gabi para buscá-la, fui chamada pela secretária, a tia Lourdes. Ela me pediu para conversar com a Gabi, pois, ela tudo quer ser a primeira, tudo quer fazer. E a Tia da creche ao chamar as crianças para descer as escadas, ela com sua afobação de querer estar na frente, acabou empurrando sua amiguinha sem querer, que caiu e machucou o queixo.
Considero essa a primeira queixa escolar da Gabi,  pois, aquelas de início, de quando era um bebê não contam né...rs! Ainda em adaptação e não tinha entendimento! Agora ela já sabe muito bem o que é certo e errado, sabe que não pode empurrar os amiguinhos, se faz é porque é teimosa e essa teimosia só vai passar com muita conversa e alguns castigos restritivos.
Conversei com ela com muito carinho, a sentei no meu colo e expliquei que ela tem que aprender a esperar a vez dela para fazer as coisas. Que ela não pode sair empurrando os amiguinhos, pois eles podem se machucar e ela mesmo também pode se machucar. E a pedi também que pedisse desculpas e não brigasse mais com a Luíza, pois, ela é sua amiga e gosta muito dela.
A Luiza e a Letícia são irmãs, uma tem 3 anos e a outra tem 5, Gabi adora as duas, mas se dá melhor com a Letícia de 5 anos e pelo o que eu já havia percebido, Gabi tem ciúmes  da Letícia com a Luiza. Com a Letícia é só amor, se dão bem demais e é tão bonitinho de se ver, as duas se abraçam e se beijam sempre, agora, com a Luiza tem seus estresses.
Bom, mas, ela prometeu que não vai mais empurrar e ia pedir desculpas à amiguinha!

2 comentários:

Cida Kuntze - compartilhandobencao.blogspot.com disse...

Olá querida!
Tem mesmo uma época que eles querem ser os primeiros em tudo. Um pouco também tem haver com o temperamento, tipo líder desde pequeno...rsrs.

Mas estás no caminho certo, converse e converse, o quanto for necessário, pois uma hora isso melhora.

Beijos.

simplesmentemonalisa disse...

Beta, morri de rir com essa primeira reclamação! Acaba sendo engraçado esses pinguinhos de gente se "achando" e fazendo essas coisinhas erradas. hehehhe
No primeiro semestre a professora da Mari tb andou reclamando do comportamento dela, hj td está resolvido e ela está andando na linha. O que eu fiz foi exatamente o q vc falou, conversei bastante com ela, falei com o Cris, ele tb conversou com ela (coloca o papai pra participar dessa parte tb, é mto importante os dois estarem na msm postura pra elas saberem que é realmente errado), pegamos um brinquedo que ela adora (naquela época era o notebook da Xuxa), colocamos em cima do armário da cozinha, onde ela via o brinquedo e sabia que não poderia brincar, pois estava de castigo por se comportar mal. Eu sempre a lembrava disso.
Em menos de uma semana a professora falou que ela tinha mudado mto em seu comportamento, o castigo do brinquedo prosseguiu por um mês, ela se manteve na linha e ganhou novamente o brinquedo. Ela ficou tão feliz no dia que eu desci o brinquedo do armário, conversei falando q ela estava ganhando novamente o brinquedo pq tinha se comportado e q ela deveria continuar se comportando. Não tivemos mais problemas depois disso.
Acho que brigar e bater não resolve nesses casos, só mta conversa, paciência, amor e firmeza!
Beijooooooos